Áreas de manutenção, construção e montagem, engenharia de confiabilidade, consultoria ou PCM

Apresentação

Meu nome é Daltro Coutinho, casado, 03 filhos, natural de São Paulo – Capital, tenho formação técnica em eletrônica desde 1980 e em engenharia elétrica em 1986. Além da formação fiz vários treinamentos e tenho algumas certificações adquiridas ao longo do tempo. 

Atualmente, estou morando na região metropolitana de Salvador – BA (Lauro de Freitas) e atuando num projeto pessoal voltado a manutenção preditiva “on line” de baixíssimo custo, utilizando os princípios da IoT, eletrônica embarcada, para coleta de dados em campo e comunicação com sistema supervisório “open source” com tecnologia “client server” nativa, baseado em nuvem, integrado a banco de dados relacional (SQL’s), análises via inteligência artificial e alertas via SMS, e-mail ou sistemas de telefonia IP. Apenas para informação, os dados podem ser consultados, via internet, por desktop’s, notebook’s, tablet’s ou celulares sem que quaisquer softwares ou app’s sejam instalados nestes dispositivos.

Também tenho residência fixa em São Paulo – SP, no bairro da Saúde e tendo em vista que, moramos somente eu e minha esposa, tenho mobilidade para qualquer cidade ou estado do Brasil ou exterior pois, já atuei por dois anos fora do país. 

Profissionalmente, atuei nos setores de plásticos, alimentos, esmagamento de grãos, eletro-eletrônico, ração animal, shopping center’s, armazenagem e distribuição de derivados de petróleo, extração e produção de óleo e gás além de refinarias como técnico, supervisor, engenheiro, consultor, coordenador e gerente, sempre na área de manutenção ou construção e montagem.

Sou assertivo, empreendedor, de fácil comunicação e tenho feeling para descobrir os caminhos certos. Sei lidar com a oposição e a resistência a ideias e sei pressionar quando vejo que as coisas não estão equilibradas ou saindo do rumo. Tenho capacidade de trabalhar com muitas variáveis, mudanças e de acordo com os parâmetros da organização. Mantenho um tratamento igualitário e procuro fazer a liderança pelo exemplo além de sempre estar suportado por normas, regras e procedimentos vigentes. Procuro tornar o ambiente previsível mantendo assim a ordem e evitando conflitos. Tenho iniciativa, espírito competitivo, imaginação para novas soluções, entusiasmo, entretanto toda realização passa pelo raciocínio lógico e deve atender os parâmetros de perfeição.

A mais de 25 anos trabalho na área de manutenção, em posições de liderança, voltado a gestão de pessoas, indicadores, confiabilidade, planejamento e segurança nas disciplinas de mecânica, elétrica, civil, instrumentação, automação e metrologia. Pleno conhecimento e desenvoltura nas tarefas de  PCM, treinamentos, construção e montagens, medição de serviços, comissionamento, start-up, planejamento e gestão do capex/opex,  dos diversos indicadores da manutenção, apresentação de resultados, otimização e implantação dos programas de manutenção preventiva e preditiva, programa de análise de falhas na manutenção corretiva (causa raiz), contratação e administração de mão de obra terceirizada e aplicação dos princípios de confiabilidade da manutenção.

  • Manutenção:
    • Gerência;
    • Engenharia;
    • Coordenação;
    • Supervisão;
  • Construção e Montagem:
    • Engenharia;
    • Coordenação;
    • Supervisão;
    • Comissionamento;
  • PCM:
    • Coordenação;
    • Supervisão.
  • Automação (campo):
    • Engenharia;
    • Especialista;
    • Consultoria.
  • Técnico em Eletrônica – 1980 – C.E.I. Getúlio Vargas – São Paulo – SP;
  • Engenharia Elétrica – 1986 – Universidade Mogi das Cruzes – Mogi das Cruzes – SP.
  • Automação Industrial:
    • Manutenção mecânica e eletrônica em Balanças rodoviárias e comerciais – Toledo do Brasil – Curitiba – PR;
    • Controle e Instrumentação industrial – Siemens – São Paulo – SP;
    • Conversor Modulpac C – Siemens – São Paulo – SP;
    • Grupos Geradores Stelmac – Porto Alegre – RS; 
    • Inversores de frequencia – Porto Alegre – RS;
    • No-break’s;
    • Programação em CLP’s Siemens, ABB, Altus, Atos, HiTecnologia, GE Fanuc, Rockwell e outros;
    • Softwares Supervisórios Wizcon, Elipse, iFix, HiScada e ScadaBR;
    • Projetos e certificação de redes Fieldbus Foundation – Salvador – BA. 
  •  Gestão:
    • Administração e gerenciamento de empresas – SEBRAE – São Paulo – SP;
    • Gerenciamento de projetos  – PMBOOK  – UFP – Recife – PE;
    • Gerenciamento da manutenção classe mundial – São Paulo – SP;
    • Manutenção Lean – São Paulo – SP;
    • Implantação das normas ISO 9000; 14000; OSHAS 18000; SAS 8001; NBR ISO/IEC 17025 e 10012;
    • Marketing Pessoal – SEBRAE – São Paulo – SP;
    • Planejamento e Controle da Manutenção – Central Sigma – São Paulo – SP;
    • Scorecard na manutenção – São Paulo – SP;
    • Técnicas em negociação – São Paulo – SP;
    • Instrutor / Consultor – Sistema de Gerenciamento de Manutenção SIGMA PDCA.
  • TI e TCOM:
    • Programação e manutenção em centrais telefônicas Alcatel (SP – SP), Ericson (Cuiabá – MT) e Philips (SP – SP);
    • Gerador de relatórios Crystal Report – São Paulo – SP;
    • Operação e administração de Linux Mandriva – Salvador – BA;
    • Operação e administração de Windows NT 4.0 – Uberlândia – MG;
    • Programação para computadores Cobol, RPGII, Dbase III, Clipper 5.1, VB6 e Delphi, VB.NET, JAVA, HTML, WordPress, PHP, outras;
    • Microsoft Project – Salvador – BA;
    • Microsoft VBA para Office – EAD;
    • Microsoft SQL Server – EAD.
  • Facilidade de comunicação verbal e escrita;
  • Liderança;
  • Iniciativa, criatividade e empreendedorismo;
  • Adaptabilidade;
  • Domínio técnico sobre novas tecnologias;
  • Facilidade de relacionamento interpessoal, trabalho em equipe e capacitação técnica;
  • Resolução de problemas e conflitos;
  • Gestão do tempo, custo, indicadores;
  • Domínio completo em informática (softwares administrativos, hardware, rede de dados, banco de dados, programação, SAP, TOTVS, ERPflex, Conta Azul e outros).
  • Espanhol – Fluente – Morei e trabalhei durante 02 anos em Assunção – Paraguai;
  • Inglês – Intermediário – Para interpretação e escrita de textos técnicos.
  • Eletrônica Básica – SENAI – Videira – SC;
  • Instrumentação básica – CSCI – São Paulo – SP;
  • Manutenção em laços de incêndio e detectores iônicos de fumaça – CSCI – SP;
  • Palestrante – Protocolo de comunicação Lonworks na automação predial – UFRS – RS;
  • Lógica de controle e programação em CLPS’s – NCCAutomação – BA;
  • Programação de sistemas Scada – NCCAutomação – BA;
  • Programação e Controle da Manutenção utilizando o Sigma PDCA – Megaplásticos – PY;
  • Sensores industriais, Programação PLC, Sistema Scada, Eletrônica embarcada e PCM (webinar);
  • Professor conteudista para cursos EAD na disciplina de controle e automação.

IoTMac Monitoramento de Ativos Críticos – Ago.19 / Hoje
Cooperativa de prestadores de serviços de engenharia em monitoramento e análise de dados via IoT e algoritmos de Inteligência Artificial – Salvador – BA.
Gerente de Serviços Técnicos e Desenvolvimento – Autônomo
Reporte: Diretoria Técnica – Equipe: 10 (04 Programadores, 02 Adm e 04 Técnicos).

  • Atividades:
    • Gestão do projeto de desenvolvimento da tecnologia;
    • Coordenação do projeto de desenvolvimento da prototipagem e eletrônica embarcada;
    • Homologação do sistema Scada e protocolo de comunicação para monitoração e controle;
    • Coordenação do desenvolvimento dos algorítimos para AI;
    • Coordenação da implantação do Virtual Private Server Linux em Cloud Connect;
  • Resultados:
    • Finalização da implantação em dezembro 2019;
    • Inicio da operação assistida em janeiro 2020;
    • Início da operação plena previsto para julho 2020 (atualmente sem previsão)

– JBS S/A – Set.17 / Mai.19
Abatedouro de bovinos localizado em Diamantino – MT, capacidade de 1.500 cabeças/dia destinadas ao mercado externo
Coordenador do PCM / Coordenador de manutenção
Reporte: Gerencia Reg. Manutenção – Equipe: 50 (40 mantenedores, 05 supervisores, 02 PCM, 02 Adm, 01 Eng. Obras)

  • Atividades:
    • Atualização do cadastro da equipe de mantenedores, competências e formação individual;
    • Atualização do cadastro de ativos, criticidade (A,B e C) e acervo técnico;
    • Revisão e/ou criação dos planos de manutenção preventiva e preditiva pelo critério de criticidade;
    • Implantação das rotas de inspeção;
    • Implantação do programa de desenvolvimento, certificação, inspeção e auditoria dos prestadores de serviço;
    • Monitoramento, análise e apresentação dos resultados da confiabilidade da manutenção preventiva e preditiva implantada em relação a manutenção corretiva;
    • Análise de falhas em conjunto com os supervisores de área e apresentação dos seus planos de ação;
    • Remanejamento de horários das equipes de manutenção e criação do turno noturno para manutenção preventiva;
    • Criação da equipe de manutenção preditiva mecânica, elétrica e civil (rotas de inspeção);
    • Implantação do DDS com a equipe além de reuniões diárias com os supervisores;
    • Destinação de parte da verba para treinamento especializado dos mantenedores em equipamentos críticos;
    • Estudo do custo benefício na operação de cada equipamento da sala de máquinas;
    • Reprogramação do sistema de controle de demanda e modificação dos horários de operação dos equipamentos da graxaria;
    • Reforma no processo e na automação / instrumentação da caldeira, digestor e túneis de congelamento.
  • Resultados:
    • Redução de 50% das horas extras e 100% das horas irregulares;
    • KPI de absenteísmo de 3,25 para 1,25%;
    • Melhora do OEE de 93 para 98%;
    • Redução de 5% do consumo de energia elétrica e 100% das multas por ultrapassagem de demanda;
    • Redução do consumo de biomassa (cavaco) em 3%;
    • Índice 0 de acidentes com afastamento;
    • Ano de 2018 fechado dentro da meta no item “custo da manutenção”;
    • Atualmente, 65% das OS’ abertas são preventivas, 10% preditivas, 20% como corretivas e 5% como melhorias.

– MegaPlasticos Laminados Sintéticos e TNT – Set.15 / Jul.17
Indústria plástica localizada em Minga Guazu – Paraguai com 300 funcionários com produção destinada a exportação. Gerente Industrial
Reporte: Diretoria Industrial – Equipe: 250 (10 supervisores, 05 staffs, 10 carreteiros e 225 operários)

  • Atividades:
    • Implantação do programa 5S na indústria;
    • Implantação das equipes terceirizadas de limpeza das áreas industriais;
    • Implantação do servidor de dados e impressão Linux, padronização dos softwares nas estações de trabalho Windows 7 pro e implantação do login seguro, instalação de firewall e definição de políticas de acesso a internet;
    • Implantação do PCM com o software Sigma e treinamento da equipe de manutenção e do PCM;
    • Organização física do almoxarifado de matéria prima, codificação dos itens, contagem e cadastro no Sigma;
    • Informatização do depto de compras;
    • Informatização dos resultados de produção em planilhas do excel;
    • Implantação do DDS;
    • Reorganização física das máquinas e equipamentos com a devida demarcação das áreas de produção, materiais de descarte, produtos finalizados, segurança pessoal, circulação de empilhadeiras e outros;
    • Implantação do banco de horas na produção.
  • Resultados:
    • Melhora do aspecto visual, organizacional, limpeza e circulação;
    • Melhora na percepção da valorização pessoal dos colaboradores com consequente aumento de produtividade e melhoria no ambiente fabril;
    • Melhora na qualidade das informações trocadas eletronicamente, rastreabilidade, mitigação do acesso indevido a internet;
    • Início dos indicadores de manutenção e produção;
    • Conscientização dos colaboradores sobre os riscos no local de trabalho e no manuseio de máquinas e equipamentos além da importância do uso correto do EPI;
    • Melhora na circulação da produção com consequente melhoria da produtividade;
    • Redução de 100% no custo de horas extras.

– Telsan Engenharia / JPTE Engenharia – Jan.12 – Jun.15
Prestadoras de serviço à Petrobras na construção da refinaria Abreu e Lima em Ipojuca – PE
Consultor nas disciplinas de automação, redes de dados industriais e metrologia.
Reporte: Gerencia do IETS – Equipe: 02 consórcios de empresas (Enfil Veólia, Jaraguá e Engevix)

  • Atividades:
    • Análise de escopo e gerenciamento das atividades dos contratos de construção das unidades ETA, UDA e CIC incluindo subestações principal e secundária para cada unidade, SPDA, aterramento eletrônico, HVAC, elétrica, instrumentação, automação e redes industriais;
    • Análise e aprovação dos procedimentos de recebimento, armazenamento, testes, calibração de instrumentos e montagem em campo de cada item de contrato com suas devidas particularidades;
    • Confecção da documentação de TAF e TAC para cada grupo de instrumentos, malhas, sistemas, CLP’s, SDCD’s, protocolo de comunicação, SIS, painéis, recebimento de databook’s e outros;
    • Gerenciamento das etapas do projeto conforme PMBOOK via Project baseado em nuvem, reuniões periódicas de atualização de escopo com os responsáveis de cada área, reuniões quinzenais de integração e verificação dos desvios e impactos no projeto, reuniões para verificação e aprovação de plano de ação referente aos desvios encontrados;
    • Fiscalização e aprovação da montagem de cada item contratual;
    • Comissionamento, start-up e condicionamento das unidades;
    • Recebimento e conferencia da documentação de cada item contratual, confecção de as-built conforme construído e entrega para o arquivo técnico;
  • Resultados:
    • 01 unidade de tratamento de águas, 02 unidades de destilação atmosféricas e o centro integrado de controle entregues para operação antes do prazo contratual estabelecido.

– Seiaut / Norcontrol / Telvent / Elfe – Jun.03 – Out.11
Prestadoras de serviços à Petrobras na manutenção dos campos de petróleo e gás natural em Candeias – BA
Engenheiro de Automação | Coordenador de Manutenção
Reporte: Gerencia de Manutenção UN-BA –  Equipe: 25 (22 técnicos, 01 supervisor, 01 staff, 01 almoxarife)

  • Atividades:
    • Reengenharia da lógica de automação e controle dos CLP’s Siemens S7-300, animação da IHM e implantação de sistema de supervisão SCADA IFIX, com funções de diagnóstico e identificação de intertravamento na estação Dom João;
    • Implantação de chave estática automática para no-break’s e redistribuição da energia ininterrupta por meio de quadro elétrico monitorado pelo PLC a toda automação e instrumentação da mesma estação;
    • Replicação dos serviços acima descritos em outras 4 estações de coleta e armazenamento de petróleo e 1 estação de transferência de gás;
    • Implantação do sistema de chaves estáticas e redistribuição de energia ininterrupta na COP;
    • Projeto e implantação do sistema de comunicação de dados via celular 1XRTT em 2005 no campo de Candeias-BA para o sistema de segurança de poços e dutos;
    • Projeto e implantação da rede WAN de comunicação de dados via ethernet abrangendo todos os satélites de gás para injeção escalonada;
    • Participação na implantação do sistema Plant Information nos campos de Candeias e Miranga;
    • Coordenação das equipes de manutenção corretiva em poços e estações de petróleo terrestres;
    • Cumprimento das rotinas de manutenção preventiva e preditiva em poços e estações de petróleo terrestres;
    • Fechamento das medições com a fiscalização de contrato;
    • Controle e apresentação dos indicadores de desempenho da equipe e equipamentos ao gerente regional.
  • Resultados:
    • Aumento de 50% no armazenamento e tratamento de petróleo;
    • Eliminação 100% dos atrasos nas operações de carga e descarga de petróleo via terrestre;
    • Aumento significativo da segurança das operações;
    • Operação remota pela COP sem a presença do operador na estação eliminando o custo de mão de obra aos finais de semana;
    • Aumento de 100% na confiabilidade das operações de transferência automática para a refinaria;
    • Eliminação de 100% das paradas de produção por falta de energia momentânea;
– PEC Engenharia (AM) – Ago.02 / Mar.03
Prestadora de serviços à Transpetro na reengenharia do terminal aquaviário em Coari – AM
Engenheiro de automação | Gestor de Projeto
 
– Condomínio Shopping Center Ibirapuera – Set.00 – Jul.02
Varejo na cidade de São Paulo – SP
Encarregado de automação predial | Gestor de Projeto
 
– Rezende Óleo – Jul.97 / Fev.99
Processadora de soja e fábrica de ração, atualmente ADM na cidade de Uberlândia – MG
Supervisor do manutenção de elétrica e instrumentação
 
– Produfix S.E.Q. S/A – Mar.92 / Out.96
Indústria de impressoras industriais na cidade de São Paulo – SP
Supervisor de Assistência técnica (Nível Brasil)
 
– Sadia Mato Grosso S/A – Nov.89 / Jan./92
Processadora de soja, atualmente ADM na cidade de Rondonópolis – MT
Supervisor de manutenção eletrônica e instrumentação
 
– Perdigão Agro-industrial S/A – Jun.87 / Out.89
Frigorífico de aves na cidade de Videira – SC
Supervisor de eletrônica e instrumentação
 
  Same Pirelli – Fios e Cabos Especiais
Indústria Plástica – São Paulo – SP
Técnico em Instrumentação
 
– Coulter Electronic’s Ind. e Comércio
Indústria de equipamentos médicos – Hematologia – São Paulo – SP
Técnico eletro-medicina
          • SAME Pirelli – 1986
    • Projeto de eletrônica embarcada para medição de corrente de consumo do motor de acionamento da rosca sem fim, do variador mecânico de velocidade do carretel da estiradeira. O objetivo era o intertravamento do motor caso a corrente atingisse determinado ponto, evitando assim a queima do mesmo e a consequente parada de produção do equipamento.
      • Resultado: Eliminação completa do problema atacando a causa raiz pois, o aumento da corrente era causado pelo excesso de detritos de cobre no eixo. Quando o sistema atuava, a máquina desligava e sinalizava ao operador a necessidade da intervenção da equipe de mecânica para limpeza do conjunto.
  • Perdigão Agroindustrial – 1988
    • Substituição dos variadores de velocidade eletromagnéticos das noreas de frango e suínos por conversores de velocidade e motores CC.
      • Resultado: Completa estabilidade na velocidade do equipamento com consequente aumento da produção.
  • Sadia Mato Grosso – 1991
    • Substituição dos inversores de frequencia, por conversores e motores CC pois, na época, a tecnologia dos inversores era muito precária e isso causava muitos problemas na produção.
      • Resultado: Eliminação de 100% dos problemas com aumento substâncial da produção.
    • Substituição da automação pneumática da caldeira por eletrônica.
      • Resultado: Eliminação de 100% dos problemas de falta de peças e estabilidade de produção.
  • Rezende Óleo –  1998
    • Reengenharia na arquitetura da rede de automação, CLP’s e lógicas de controle. O quadro existente era: CLP’s e remotas Familia 5 com rede DH+, estações  de trabalho independentes 386DX, rodando OS/2 Warp, supervisório Factorlink. Migração para: Rede ethernet com redundância DH+, servidor e estações Pentium 133 rodando Factorlink sob Windows NT 4.0. Padronização da lógica de todas as partidas de motores.
      • Desenvolvimento: Padronização das partidas de motores nos CLP’s  feitas e testadas em bancada com equipamento de  reserva. Instalação de cartões de comunicação ethernet aproveitando as paradas de produção. Cabeamento passado pela equipe de elétrica pelo mesmo encaminhamento da rede DH+. Instalação dos sistemas operacionais, software supervisório, drive’s de comunicação e operacionalização da rede ethernet feitas por mim. Em parada programada de 1 final de semana, a integradora descarregou a nova aplicação e testamos ponto a ponto da automação sem os fusíveis de força dos quadros elétricos.
        • Resultados: Não tivemos mais problemas de suporte técnico com o OS2, ganho de desempenho na rede ethernet, backups programados via servidor e principalmente um ganho significado na manutenção das partidas automáticas padronizadas.
  • Condomínio Shopping Center Ibirapuera – 2000
    • Projeto de automação predial envolvendo:
      • Iluminação interna e externa, climatização das áreas comuns e lojas, controle de vagas no estacionamento,  subestação de energia elétrica, geradores de emergência, escadas rolantes, monitoração de elevadores, sistema de detecção e extinção de incêndio, integração com CFTV, segurança das áreas restritas (portas, escadas e corredores de serviço) e outras; Utilizado o conceito de automação descentralizada DIAloc com protocolo LonWorks, software supervisório Wizcon, rede elétrica exclusiva, protegida e ininterrupta.
        • Resultados: Projeto suspenso devido a forte alta do dólar.
  • Petrobras – 2003/2011
    • 2003 – Reengenharia da automação das estações de coleta e armazenamento de petróleo.
      • Estudos detalhados junto a operação sobre o funcionamento operacional das estações, as-built do fluxograma de engenharia da estação, conferencia, junto com a operação, da IHM de controle,  testes das conexões físicas entre CLP e campo e correção dos detalhes elétricos. Confecção do fluxograma de controle, implantação da lógica nos CLP’s (S7-300 / Altus), correção das animações e endereçamentos nas IHM’s ou supervisórios (iFix 5), implantação das rotinas de hot backup e hot stand by nos scadas, implantação da visualização de intertravamentos, testes finais junto a operação e entrega.
        • Resultados: Melhoria na performance de operação das estações, ganho significativo de produtividade, melhoria na qualidade do ambiente de trabalho entre os operadores e na confiabilidade no sistema, melhora no MTTR da automação pois, tudo estava padronizado e documentado.
    • 2004 – Exclusividade na distribuição de energia elétrica para rede de automação e instrumentação nas estações.
      • Levantamento de cargas e equipamentos existentes, projeto de quadros para distribuição dimensionamento dos equipamentos.
        • Resultados: Melhoria significativa na qualidade da energia elétrica entregue a automação e instrumentação de campo bem como a rede de equipamentos da TI e TCOM. Completa eliminação de ruídos e problemas com equipotencialização de quadros e instrumentos de campo, melhora significativa na performance das redes de comunicação.
    • 2005 – Sistema de segurança para poços automatizados via rede de telefonia celular.
      • Devido ao alto índice de roubos de equipamentos e a utilização total de todas as faixas de freqüência de transmissão local, fiz um projeto, junto a VIVO, para utilização da rede celular na transmissão de dados via protocolo 1XRTT (CDMA). Tal sistema contava com CLP’s (Atos 4004) instalado nos poços, sensores de presença OPTEX e data-modem Motorolla  ligados ao CLP alimentados por energia solar já existentes nestes poços. Do outro lado um roteador, firewall, chegando ao software supervisório (iFix).
        • Resultados: Agora o operador recebia imediatamente o sinal de invasão na área do poço e desta forma alertava, via rádio, a equipe de segurança patrimonial que se dirigia ao local imediatamente. Desta forma conseguimos uma diminuição significativa no investimento em reposição de material além do aumento significativo de produtividade do campo.
          • Detalhe: verifique-se que, em 2005 celulares transmitiam somente SMS, não havia qualquer acesso deles a internet. Existe um link, no título deste projeto, que lhe dará acesso a uma publicação da Petrobras, da época, com uma reportagem sobre este projeto.
    • 2007 – Sistema de escalonamento para injeção em poços:
      • Muitos poços de petróleo, não são surgentes, e por isso precisam de um método de elevação. Em muitos casos o gás produzido serve de pressurizador do óleo entretanto, se houver injeção em “n” poços simultaneamente, não haverá pressão suficiente para a elevação do óleo e o campo estará desperdiçando gás. Os engenheiros da equipe de elevação fizeram um modelo matemático que otimizava tal operação, levando em conta muitos outros fatores, mas as distâncias entre os poços é tão grande que a quantidade de operadores no campo deveria ser imensa para cobrir todos eles. Fiz um programa em VB.NET, com o visual de um supervisório (era isso que os operadores estavam acostumados), o modelo matemático rodava em paralelo a este programa e informava o número do poço que deveria injetar e quando desligar. Cobri o campo com uma rede wireless e vários repetidores que cobriam os poços e os satélites de injeção de gás. Instalamos várias válvulas solenoides e  CLP’s ZAP500 e via rede ethernet controlávamos todos os poços do campo.
        • Resultados: Aumento significativo de produtividade.
    • 2008 – Automação do sistema de tratamento de gás/ar de instrumentação nas estações:
      •  O objetivo deste projeto era manter a qualidade e pressão do gás/ar nas estações para toda a instrumentação de campo mesmo sem energia elétrica, então projetei um sistema que monitora e controlava um compressor comum e na falta de energia elétrica o motor elétrico era substituído pelo motor a explosão, por outro lado, pode haver falta de gás na linha e quando isso ocorrer, o compressor de ar tem que substituir o gás e todo o sistema de separadores e secadores. Para tais sistema foram utilizados CLP’s ZAP900e.
        • Resultados: Eliminação da parada de produção de gás nas estações por falta de energia
    • 2020 – Monitoramento de ativos críticos:
      • O objetivo deste sistema é a manutenção preditiva com a monitoração de variáveis digitais ou analógicas em tempo real.
        • A utilização dos princípios da industria 4.0 tais como: transmissão de dados em alta velocidade via internet (lembrando que a comunicação em 9.600 bps já é suficiente para automação), o armazenamento de dados em nuvem, utilizando o banco de dados MySQL e a análise destes dados via inteligencia artificial, possibilita o envio de alertas e alarmes, dos desvios, em tempo real aos responsáveis, de cada área, para que estes, possam tomar as devidas providencias, baseados em gráficos e dados a serem consultados via desktop, tablet ou celular, de qualquer local do mundo, via browser (sem a instalação de qualquer app ou software no dispositivo).  
foto_01

Fale comigo

Estou aguardando sua mensagem!!!

Contatos (BA/SP):

Rua Marise R. dos Santos Bahia, 128 - 42700-160 - Lauro de Freitas - BA

Av. Miguel Stefano, 1973 - 04301-012 - São Paulo - SP

(71) 9.9625-1824 / (11) 5058-6363 / (71) 4113-1859

Scroll Up
pt_BRPT_BR
es_ESES pt_BRPT_BR
Eng. Daltro Coutinho